Ervas Afrodisíacas

Ervas Afrodisíacas


As ervas afrodisíacas estimulam e produzem uma agradável sensação de euforia que induz o desejo amoroso. Conheça-as...

Ervas Afrodisíacas
As ervas afrodisíacas são plantas que têm um aroma intenso e penetrante. As ervas afrodisíacas devido às suas características picantes e estimulantes, umas mais que outras, quando ingeridas produzem uma sensação nova mas agradável de euforia que induz o desejo amoroso. Por essa razão foram consideradas afrodisíacas e proibidas noutros tempos. Hoje em dia a sua utilização é comum e essencial para a cozinha de todas as regiões do mundo e as suas propriedades afrodisíacas, muitas por sugestão, já não assustam mas até agradam.

No campo ou num jardim estas ervas afrodisíacas perfumam o ar com os seus aromas profundos. Adicionadas aos cozinhados e saladas activam o sabor dos ingredientes e tornam os pratos mais interessantes e exóticos. Em chás, infusões, banhos e óleos as suas propriedades terapêuticas e estimulantes são libertadas proporcionando uma sensação de bem-estar físico.


Açafrão - Especiaria estimulante utilizada em pó de cor amarela ou vermelha. Na Ásia é empregada para tingir tecidos. Adiciona-se ao arroz e ao marisco para dar uma cor amarela e um sabor delicioso.

Alecrim: poderoso estimulante e revigorante que actua sobre a impotência e o seu delicioso aroma também induz o aumento do apetite sexual.

Alfazema – planta de aroma muito agradável, afrodisíaca cujas sementes são utilizadas para perfumes e sabonetes. As sementes adicionadas à sopa realçam o seu sabor, mas devem ser retiradas antes de servir.

Anis – Tem um sabor forte e interessante. Quem não gosta, não gosta mesmo. As sementes são utilizadas para xaropes, bolos e licores. O licor de anis era utilizado para estimular sexualmente.

Baunilha – o extracto de baunilha serve para bolos, gelados, café e chocolate. Tem um sabor e cheiro doce e quente e há quem goste de perfumar o corpo ou a roupa com a sua essência.Contém altos níveis de cálcio e fósforo. O cálcio auxilia os músculos a controlarem a ejaculação.

Canela – Ligeiramente picante e agradável, a canela é utilizada em pó ou em pau para doces, cafés, chás e no caril. Chá de canela é bom para as dores de menstruação.

Cravinho – Especiaria perfumada e picante que alivia a dor e é utilizada na Ásia e América do Sul para dar um toque mais exótico aos cozinhados.

Gengibre – Raiz de sabor forte e perfumado que induzia amantes. Pode ser consumida em pó nos bolos e cozinhados exóticos. Em chá ou mesmo fresco, como na cozinha japonesa, serve como digestivo. Muito usado na medicina chinesa, faz a circulação de todo o corpo aumentar e, consequentemente, incrementa a libido. Segundo estudos da China e Inglaterra, aumenta o metabolismo em 20%, servindo também para queimar calorias.Estimula a lubrificação feminina e prolonga a função erétil devido à sua ação estimulante no sangue.

Ervas Afrodisíacas - Hortelã
Ervas Afrodisíacas - Hortelã
Hortelã – planta silvestre de sabor fresco a menta óptimo para bebidas e chás e para temperar carnes e sopas. Utilizada desde a Antiguidade como afrodisíaco, devido ao limonemo e à felandrina, duas substâncias estimulantes. É também excelente para a digestão, além de diminuir a produção de gazes. Nalguns países árabes e do Norte de África serve-se num chá açucarado. Na idade média servia para estimular cavalos.

Louro – uma ou duas folhas acrescenta um sabor mais interessante aos pratos de carne, em particular borrego. Para os Romanos o louro era considerado um símbolo de virilidade e os soldados usavam-no em coroas.

Manjericão – Com um aroma suave e delicioso as folhas podem se utilizadas em saladas, especialmente com tomate. Existem cultos muito antigos relacionados à paixão e fertilidade e ainda hoje em Portugal existe a tradição das raparigas solteiras porem um manjerico (que tem folhas mais pequenas) à janela no dia de Santo António. Melhora a circulação sanguínea na área dos órgãos sexuais e o seu aroma também é excitante.

Orégão – Perfumado e intenso é ingrediente essencial na cozinha mediterrânica pois intensifica o sabor de carnes e legumes. Tem características sensuais especialmente quando misturada com a água do banho.

Pimenta – estimulante natural, que aquece e provoca ligeira euforia. Acrescenta sabor e picante a quase todos os pratos e quando cheirado dá comichão no nariz e vontade de espirrar.

Salsa – fresca de sabor e cheiro, pode-se comer fresca ou adicionar a cozinhados de carnes ou alguns legumes juntamente com alho. Combina muito bem com cogumelos. Tem umas folhas suaves que são ideais para cócegas e carícias. Antigamente era associada a bruxarias.

Salva – as folhas são utilizadas para temperar carnes de sabor forte. Fresco ou seco tem um cheiro e sabor intenso e interessante. Na Grécia antiga acreditavam que um chá de salva aumentava a fertilidade. As suas folhas secas penduradas afastam insectos.

Tomilho – um óptimo tempero para carnes e para o azeite. Tem um cheirinho fresco e estimulante mas é ligeiramente amargo de sabor. Também se pode beber em chá e é bom para a tosse.


Ervas Afrodisíacas - Afrodisíacos Naturais


Muitas pessoas já tentaram de alguma forma usar elementos afrodisíacos com a necessidade de aumentarem o seu desempenho sexual. Pode ter sido uma droga, comida, bebida, perfume ou mesmo dispositivos que alguns dizem que podem melhorar o impulso sexual ou o desejo.

Não estamos a falar de Viagra ou Cialis, estamos sim a falar de afrodisíacos de verdade, de ervas afrodisíacas, de produtos naturais.



Ervas Afrodisíacas - Afrodisíacos Naturais

Curiosidade...


Na época do Império Romano, os afrodisíacos já eram bastante conhecidos. O famoso Giacomo Casanova teve 122 amantes e, para manter a “chama” acesa, ele comia cerca de 50 ostras no café da manhã. Já a imperatriz da Rússia Catarina, a Grande, era conhecida por ser ninfomaníaca. Seu segredo era comer omelete de caviar e chá com vodka pela manhã. Os chineses, por sua vez, ingeriam insectos e o imperador Azteca Montezuma bebia 50 taças de chocolate diariamente, resultando em 19 filhos ao longo de sua vida.
Mitos à parte, sabe-se que diversos nutrientes são excelentes para melhorar o desempenho sexual, e de quebra possuem propriedades benéficas à saúde e acções antioxidantes. Utilize-os e aproveite!


ELES TÊM A FORÇA…


Amendoim: seu efeito afrodisíaco é super famoso, ele é rico em vitamina E, e se for consumido sem excessos, aumenta o apetite sexual e a energia.

Alho: aumenta a libido da mulher e age na circulação sanguínea, permitindo sensação de estar aquecido, porém, cuidado, provoca mal hálito, o que serve para quebrar qualquer clima, por isso é preciso caprichar na higiene bucal após a ingestão desse alimento.

Banana: rica em magnésio, promove a vasodilatação, que melhora o desempenho sexual, além de fazer super bem para a saúde.

Carne: é rica em dopamina e norepinefrina, duas substâncias químicas cerebrais que ajudam a aumentar a sensibilidade e, assim, a sensação de prazer durante o sexo.

Catuaba: afrodisíaco e tonificante, contém três ativos chamados catuabina A,B e C, que dão energia ao corpo melhorando o cansaço e a estafa. Segundo as pesquisas, aumenta o estímulo sexual de homens e mulheres por meio do aumento de quantidade de sangue nos órgãos sexuais. Estudos da USP mostram ainda que a catuaba, junto com a marapuama, reduz a celulite e a retenção hídrica.

Chocolate: tem feniletilamina, que aumenta a produção de serotonina, substância que causa sensações de prazer e felicidade. 

Frutos do mar: são ricos em zinco e têm participação na lubrificação feminina, além de ajudar no tratamento da infertilidade do homem.

Geleia Real: poderoso energético, que possui vitamina B e proteínas, aumenta a fertilidade e reduz os riscos de impotência. Tem esteroides semelhantes à testosterona e estrógeno, que aumentam a libido da mulher.

Guaraná: potente estimulante mental e muscular que ativa toda a circulação sanguínea. Possui duas substâncias: a cafeína e a teobromina, que turbinam as dopominas (neurotransmissores do cérebro) resultando num ganho maior de disposição. Foi comprovado: na região de Maués (Manaus) as mulheres idosas não possuem celulite e têm maior pique devido ao hábito de tomar guaraná diariamente.

Mamão: Uma dica é começar o dia com essa fruta, além de fazer super bem para a sua saúde, contém estrogênio, que ajuda a aumentar o apetite sexual.

Mel: tem vitaminas B (produz testorerona) e C. Possui minerais de pólen das flores, que auxiliam a produção dos hormônios sexuais. Aumenta a imunidade e é um calmante natural. Estudos da Universidade de Ilinois (EUA) afirmam que o mel tem acção antioxidante, sendo excelente para o rejuvenescimento.

Morango: provoca desejos sexuais por causa dos sentidos olfativos. A dica é servi-lo com chantilly, pois é uma combinação que favorece para estimular o aroma, aumentando o apetite sexual.

Ovo: melhora a libido e a produção hormonal.

Romã: rica em antioxidantes, possui poucas calorias e é excelente para a saúde do coração. Como é rica em fitoestrógenos, aumenta a libido na mulher e ameniza os sintomas da menopausa.




Ervas Afrodisíacas - Picantes



Outra dica...

Alimentos picantes como pimenta e curry podem ter resultados afrodisíacos apreciáveis, muitas vezes usados podem lembrar o acto sexual por elevarem a temperatura do corpo, aumentarem a circulação sanguínea e o batimento cardíaco e em seguida fazerem transpirar...  O seu excesso estimula os órgãos genitais, causando uma sensação semelhante à excitação sexual, por isso é um excelente alimento para aumentar o apetite sexual...


Sugestão...

Pronto…depois de descobrir os alimentos que aumentam o apetite sexual, agora é com você, que tal preparar um jantarzinho? 

Entrada: Bruschetta no alho, alecrim e manjericão 

Jantar: Arroz com frutos do mar, temperado com alho e gengibre, pimenta. 

Sobremesa: 2 bolas de sorvetes ( 1 de baunilha e 1 de chocolate), sobre uma fatia de banana ao comprido, com chantilly e rodelas de morangos picados, ah, claro, salpicado de amendoins triturados, que tal?)

0 comentários:

Enviar um comentário

Astrologia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...